Como fazer um plano de negócio estratégico.

Como fazer um plano de negócio estratégico em 9 simples passos?

A princípio, o Plano de Negócio é o estudo e pesquisa preliminar da viabilidade de uma ideia de negócio.

Já o planejamento estratégico reúne as informações necessárias para tornar a ideia de negócio viável.

Ademais, a diferenciação pouco importa, pois, quem busca o plano de negócio também tem interesse no planejamento estratégico.

Portanto, ambos estão ligados e um complementa o outro.

De todo modo, a partir de agora, vamos usar o termo Plano de Negócio Estratégico.

A elaboração de um Plano de Negócio Estratégico não é um trabalho fácil e exige tempo, paciência, muita pesquisa e dedicação.

Em resumo hoje será abordado:

  • Como fazer um plano de negócio estratégico em 9 passos?
  • Benefícios e frequência do plano de negócio
  • O plano de negócio estratégico
  • Conclusão

Como fazer um plano de negócio estratégico em 9 passos

Afinal, as empresas brasileiras, as quais têm a intenção de se consolidar e prosperar, devem buscar o Plano de Negócio Estratégico.

Não só para criar um negócio, mas também, para organizar a bagunça administrativa de suas atividades.

Por fim, colocar sua empresa nos trilhos rumo ao sucesso.

De modo, que é importante ficar claro no plano de negócio:

  1. Quem Somos?
  2. O que fazemos?
  3. Por que fazemos?
  4. Onde estamos?
  5. Aonde queremos chegar?
  6. O que valorizamos?
  7. Quem são nossos concorrentes?
  8. Quem são nossos clientes?
  9. A quais leis estamos submetidos?

Para saber mais, a respeito do programa de compliance baixe o e-book:

Ademais, as empresas orbitam em torno de riscos.

Conforme, o setor ou ramo de atuação, ela pode ter um risco que outra empresa do mesmo setor ou ramo de atuação pode não apresentar.

Vale destacar, os quatro riscos que todas as empresas apresentam independente do setor ou ramo de atuação:

  • O risco operacional;
  • Risco de reputação;
  • Risco regulatório;
  • E o risco financeiro.

Além disso, importante frisar o efeito dominó, quando um cai derruba os demais.

Dessa maneira, um plano de negócio estratégico bem elaborado pode evitar riscos fatais as empresas.

Benefícios e frequência do plano de negócio

Em suma, o principal e mais importante benefício do plano de negócio estratégico é compreender a dinâmica da empresa e setor de negócio.

Assim, é possível decidir com mais assertividade quando começar a implantação do plano e quando é necessário atualizar.

Portanto, tudo depende da dinâmica empresarial, pois, considera o setor de atividade.

Bem como, a época do ano mais propícia.

Enfim, os benefícios:

  1. Visão estratégica da empresa, de modo que ela possa reagir às rápidas mudanças;
  2. Foco na estratégia da empresa a longo prazo;
  3. Comportamento proativo e interativo com o ambiente externo;
  4. Alocação assertiva dos recursos financeiros, materiais e humanos;
  5. Engajamento dos colaboradores aos objetivos empresariais;
  6. Conhecimento dos riscos que envolvem a empresa;
  7. Criação de indicadores de desempenho alinhados aos objetivos empresariais;
  8. Projeção de cenários futuros para decidir com mais assertividade;
  9. Construção ou transformação da identidade da empresa.

A princípio, o plano de negócio estratégico serve para inúmeros objetivos empresariais, não somente para criação da empresa.

De maneira que é possível usar o plano de negócio estratégico para:

  • Criação de um produto, serviço ou processo;
  • implementar objetivos que surgem ao longo da existência da empresa;
  • quando há necessidade de atualização ou transformação da cultura corporativa;
  • para criar e implementar objetivos empresariais por setores internos.

Enfim, sempre que precisar atender a alguma necessidade da empresa, é útil e mais econômico optar por um plano de negócio estratégico.

O plano de negócio estratégico

Nesse viés, com os conceitos preliminares estabelecidos, vamos à metodologia para definir objetivo macro, estratégias e metas.

Por isso, vamos utilizar a metodologia de Igor Ansoff, professor e consultor americano, considerado o pai da gestão estratégica, autoridade em planejamento e administração estratégica.

Sendo assim, ele criou o modelo Ansoff de planejamento estratégico, baseado na expansão e diversificação empresarial, através de um conjunto de ações sequenciais.

O planejamento estratégico é fundamentado em 3 elementos principais:

1. Macro objetivo: o objetivo maior que se quer atingir;

2. Estratégias: consiste nas ações necessárias para atingir tais objetivos;

3. Metas: que são os parâmetros elencados para medir o progresso.

Conclusão

Enfim, até aqui é possível fazer seu plano de negócio estratégico como é ensinado nas universidades de administração.

Sobretudo, se for seguido os 9 passos ensinados acima alinhado aos 3 elementos do planejamento estratégico.

Entretanto, é possível fazer um plano de negócio estratégico conforme a metodologia ensinada pela Universidade de Harvard.

Tal metodologia é atribuída a Jim Collins, o maior especialista em gestão de negócios, liderança e empreendedorismo.

Por fim, para fazer um plano de negócio estratégico baseado na mais moderna metodologia da Universidade de Harvard, somente se fizer a minha mentoria “Atitude Empresarial de Sucesso”.

Vale a pena conferir o livro: “Pratique o hábito da integridade na sua empresa”.

Atenção: post exclusivamente informativo, e não responsabilizamos por atos e interpretação de terceiros.

Curta este post, compartilha com os amigos, acompanhe no Instagram @alinefonsecaadvocacia, se  inscreva aqui no Blog e receba novos conteúdos semanalmente.

Enfim, pratique o hábito da integridade em seus negócios sendo compliance!

Deixe uma resposta